domingo, 10 de agosto de 2008

Sequência de equilibrio e coordenação

Sequência de equilibrio e coordenação

SEQUÊNCIA EQUILÍBRIO E COORDENAÇÃO

Título:
Equilíbrio e coordenação,força, velocidade,resistência e flexibilidade
Eixo: Movimento.
Tempo previsto: 1 º e 2º semestre:
Professora:Maria tereza
Série:Jardim II
Blocos de conteúdos:
Expressividade (utilização expressiva intencional do movimento nas situações cotidianas e em suas brincadeiras).
Equilíbrio e coordenação (Participação em brincadeira e jogos que envolvam correr, subir, descer, escorregar, pendurar-se, movimentar-se,dançar, etc...
Para ampliar gradualmente o conhecimento e controle sobre o corpo e movimento.)
Objetivos:Ampliar as possibilidades expressivas do próprio movimento, utilizando gestos diversos e o ritmo corporal nas suas brincadeiras, danças,jogos e demais situações de interação.


Etapas previstas: As brincadeiras serão apresentadas de acordo com a necessidade do grupo.
PULAR:

Pular corda ,
Pular com o pé direito,
Pular com o pé esquerdo.
Pular com os dois pés.

ANDAR:
Andar de mãos dadas.
Andar na ponta dos pés.
Andar com o calcanhar.
Andar sobre as bordas de fora dos pés.
Andar sobre bordas de dentro dos pés.
Andar com as mãos na cabeça.
Andar em círculo em linha sinuosa.
Passo de formiguinha.
Passo de elefante.
Passo de tartaruga.
Passo do anãozinho.

BRINCADEIRAS
BAMBOLÊ: Brincar livremente com o arco.

Entrar e sair do arco.
Caminhar ao redor do arco.
Formar um túnel com os arcos (algumas crianças seguram o arco e outras passam dentro dele).

BOLA: Jogar a bola para o companheiro.
Quicar livremente a bola.
Chutar a bola de diferentes maneiras:
Um pé só direito e esquerdo

PARQUE: Balançar. escorregar. Subir.

FAZ DE CONTA: Pianista (mexendo as pontas dos dedos).
Derreter como um sorvete.
Flutuar como um floco de algodão.
Balançar como folhas de uma árvore.
Correr como um rio.
Voar como uma gaivota.
Cair como um raio.
Estátua.
Cabeleireiro.
Baú de roupas.
Médico.

Borboleta: Se você fosse uma borboleta, você ela estaria acordando agora, vamos abrir as asas e olhar para o sol dizer bom dia meu amigo sol e com movimentos leves com os braços você vai pousar de flor em flor (esta flor será um amiguinho seu).
Atravessar um rio:
Fazer dois riscos no chão como se fosse um rio, pedir que saltem sem cair na água
.

CIRCO:
Um Circo chegou na cidade ele tinha muitos animais ele trouxe um (DIZ O NOME DE UM ANIMAL) Apontar uma criança, esta terá que imitar um animal e as outras terão que descobrir qual animal ela está imitando.
Fazer uma linha no chão, eles terão que andar na linha como se fosse um equilibrista.
Imitar animais:Cachorro. Gato. Tartaruga. Peixinho. Elefante. Cobra.

AVALIAÇÃO:
As crianças exploraram suas capacidades expressivas, aceitando os desafios corporais.

2 Comentários:

Às 24/2/09 , Blogger Luz disse...

fazemos muitas vezes o jogo de imitação de animais, mas nunca me tinha ocorrido transformá-lo num circo. Elesvão adorar.
Obrigado por ter partilhado a sua ideia.
Luz

 
Às 22/5/13 , Anonymous Edna Ribeiro disse...

Tem pai de todo jeito
NARRADOR: Hoje, no dia dos pais, vamos conhecer alguns tipos de pai.
Tem pai de todo jeito!
TEM PAI EXIGENTE!
(Pai entra. Filho chega com bola e camisa de futebol).
- Papai, hoje eu fiz três gols! Detonei!
- O quê? Você só fez três gols no jogo de hoje? Meu filho, você tem que treinar muito pra ir jogar na Itália! Você tem que ficar mais famoso que o Ronaldinho pra garantir minha aposentadoria! (Sai resmungando) Assim não dá… É o meu futuro que está em jogo, não pisa na bola!
NARRADOR: TEM PAI QUE É CEGO!
(Chega falando ao celular).
- O quê?… A minha filha quebrou os óculos da professora? O quê? Xingou e chutou a professora? Não, não, a minha filha é um anjinho! Tchau! É… Não se faz mais professora como antigamente!…
NARRADOR: TEM PAI PREOCUPADO…
(Pai chega com papéis, caneta, calculadora, juntamente com a filha).
- Ainda falta pagar a água, o aluguel, a padaria, o supermercado, o açougue… Êta povo que come! Ah! Tem que pagar também o telefone, a luz, a escola… Filha, você viu a conta do colégio este mês? Que absurdo!
- Pois é! E olha que eu sou a que menos estuda naquele colégio!
- (Suspira) Ai, ai… Pai sofre!…
NARRADOR: TEM PAI ATLETA!
(O filho cochila numa cadeira. O pai chega com andar gingado, traje esporte, óculos escuros e skate.)
- Júnior, acorda seu preguiçoso! Ta na hora da ginástica! Pra aquecer, vamos subir a Serra e descer de skate. Depois vamos correr 10 quilômetros, se a gente parar, enferruja! Acorda “véi”! (Sai falando). Depois vamos nadar 1 hora… Tem que malhar! Tem que malhar! Vamos!
- (Suspira) Ai, ai… Filho sofre!…
NARRADOR: TEM PAI FOLGADO…
(Chega arrastando os pés e se esparrama na cadeira. A filha entra depois, o abraça e beija).
- Ai… ai… Tô tão cansado… Filha! Traz meu chinelo! Filha, tira meu sapato! Agora tira as meias! Agora, faz cosquinha no meu pezinho… Que menina obediente! Seja sempre assim, cada vez que você é malcriada nasce mais um cabelo branco em mim!
- Puxa vida! Como você é malcriado! Olha o cabelo do vovô!
NARRADOR: Tem pai de todo jeito! Tem pai sério e pai palhaço. Tem pai calmo e pai nervoso. Tem pai novo e pai idoso. E tem avô que é um pai. Mas uma coisa todos os pais aqui têm em comum: todo pai é um amigo e quer o melhor para o seu filho. Cada um tem sua maneira de expressar amor, mas hoje são os filhos que querem se expressar:
TODOS: PAPAI, VOCÊ É MEU MELHOR AMIGO! PAPAI, EU TE AMO UM TANTÃO ASSIM! (abrem os braços).

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Início